5/7/2022

Conheça os tipos de embalagens mais usadas na logística

Expanda sua operação logistica

Nós estamos aqui para ajudar. Obtenha educação gratuita, dicas e inspiração sobre logística para ajudá-lo a iniciar e desenvolver um negócio online de sucesso.

Junte-se à nossa Newsletter

Veja a importância de conhecer os tipos de embalagens usadas na logística e escolha a mais adequada para seus negócios.

As embalagens são essenciais para a proteção dos produtos na hora do envio destas mercadorias. Nesse sentido, é importante priorizar uma embalagem de qualidade na hora de enviar um produto para o cliente. Essa embalagem deve suportar o transporte e chegar no destino final em ótimas condições.

Além disso, a embalagem também deve trazer informações acerca dos itens que estão ali dentro, sem contar com a acomodação adequada da mercadoria. Por esse motivo, conheça os tipos de embalagens mais usadas na logística.

A relação entre a logística e as embalagens

Em uma operação de logística, podemos encontrar diversos fatores primordiais para o seu sucesso, e um deles é a embalagem. Isso porque a logística também preza pela integridade e segurança do produto. Logo, escolher uma embalagem de qualidade se refere a um diferencial logístico.

Por esse motivo, é comum que as empresas invistam em recipientes diferenciados. Isso acaba ganhando o afeto dos clientes, fazendo com que eles voltem com mais frequência para a sua loja.

Um exemplo disso é o ramo de cosméticos. Nesse nicho de mercado, as embalagens costumam ser de vidro. Com isso, após o uso do produto, os clientes podem usar o frasco como decoração, por exemplo.

Por esse motivo, na logística, é preciso selecionar com cautela, mantendo o equilíbrio com o custo-benefício. Hoje em dia, os consumidores estão muito exigentes, logo, você deve considerar alguns fatores, como embrulhos sustentáveis.

A importância de contar com boas embalagens na logística

Como você pôde perceber, as embalagens são uma peça fundamental nas operações de logística. No que se refere ao armazenamento de itens, elas podem otimizar a sua estocagem, além de movimentar melhor os produtos dentro do espaço físico.

Isso garante que os produtos se mantenham em perfeito estado, sem nenhum dano interno ou externo. É de suma importância destacar que antes de empilhar materiais, você verifique a possibilidade e o potencial que a embalagem tem. Caso contrário, você poderá danificar os seus produtos.

Em operações de movimentação, as embalagens precisam facilitar esse movimento e trazer resistência ao produto. Já no transporte, as mercadorias devem estar seguras durante toda a rota de entrega.

Critérios para escolher a embalagem ideal

Antes de escolher uma embalagem para os seus produtos, é preciso levar em consideração alguns fatores importantes. Para algumas empresas, basta considerar o produto em si, porém, existem outras condições e critérios por trás disso.

O primeiro critério é a adequação da embalagem ao produto. Ou seja, a embalagem deve garantir que o produto está seguro, sem espaço faltando ou sobrando. Outro critério é o impacto ambiental.

A sustentabilidade é um tema em alta. Portanto, os pacotes devem proteger o meio ambiente, e não prejudicar. Se possível, opte por embalagens retornáveis ou reaproveitáveis.

Considere ainda os custos de embalagem, afinal, deve haver uma relação justa com o preço da embalagem e seu custo-benefício. Por fim, leve em consideração a certificação. As embalagens que possuem certificado possuem aptidão para proteger o seu produto.

Principais tipos de embalagens utilizados na logística

Agora que você já tem uma noção sobre a importância das embalagens para as operações de logística, conheça os seus principais tipos. A priori, destaca-se que são divididas em terciárias, secundárias, primárias, quaternárias ou quinto nível.

Embalagens primárias

De início, temos as embalagens primárias. Nesse caso, elas têm um contato direto com o seu produto. Um exemplo disso é o plástico do shampoo, que tem contato com o líquido.

Embalagens secundárias

As embalagens secundárias são aquelas que envolvem as primárias – o que pode ser ou não aplicado no transporte. Tome como exemplo uma caixa de remédio. Dentro da caixa de remédio, temos uma cartela de comprimido. A cartela é primária e a caixa que guarda a cartela é secundária.

Embalagens terciárias

Já no caso das embalagens terciárias, elas têm como intuito transportar mercadorias. Ou seja, uma caixa grande que traz diversas caixas menores com sachês de chá.

Embalagens quaternárias ou de quinto nível

De um lado, temos as embalagens quaternárias, que visam trazer uma quantidade enorme de unidades. Elas existem para tornar mais fácil a operação de logística. Esse é um caso muito frequente de paletes, por exemplo.

Do outro lado, temos as de quinto nível, que são usadas nos casos de entregas distantes. Imagine que é preciso enviar um contêiner usado para outro país. Nesse caso, estamos usando embalagens de quinto nível.

Principais formatos ou materiais das embalagens

Alguns formatos e materiais são utilizados com mais frequência nas embalagens. Esse é o caso da madeira, papel, papelão ou vidro. Cada formato e material depende do produto que você está transportando.

As caixas de madeira são ideais para o nicho do agronegócio, como o transporte de verduras e legumes. Embora seja uma opção prática, esse material pode prejudicar o produto, então, é preciso levar em consideração todos esses fatores.

Já o papel é mais fácil de reciclar e de manejar, podendo estar presente em envelopes, fardos e sacolas. O ponto negativo do papel é a sua baixa resistência à umidade e ser um material mais frágil.

Outro material utilizado em abundância é o vidro, que é mais indicado para alimentos, cosméticos e outros. Para isso, é preciso levar em consideração que o material pode quebrar com facilidade, em especial ao longo do seu transporte. Além disso, o vidro está entre os materiais que se decompõem com mais dificuldade.

Outros materiais que merecem destaque são o alumínio, a lata, os plásticos, o isopor, os laminados e ligas metálicas. Antes de escolher uma embalagem, é preciso levar diversos fatores em consideração. Afinal, cada material tem a sua particularidade.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe as nossas postagens e fique por dentro de mais dicas sobre logística! 

Junte-se à nossa Newsletter

Confira as últimas do nosso Blog!