13/7/2022

Como o inventário de estoque pode beneficiar seu e-commerce

Expanda sua operação logistica

Nós estamos aqui para ajudar. Obtenha educação gratuita, dicas e inspiração sobre logística para ajudá-lo a iniciar e desenvolver um negócio online de sucesso.

Junte-se à nossa Newsletter

Entenda como fazer um inventário de estoque e qual a importância dessa métrica para o sucesso do seu e-commerce.

Ter controle do seu estoque é essencial para uma gestão eficiente da empresa. Por esse motivo, é preciso estar por dentro de todas as movimentações dos seus materiais, a fim de obter sucesso em operações logísticas. Nesse sentido, surge o conceito de inventário de estoque.

Em resumo, o inventário de estoque pode ser entendido como um documento, sendo essencial para produzir uma lista com os produtos armazenados em estoque. Com isso, é possível ter uma gestão da empresa com eficiência, impactando de forma positiva outros setores do negócio.

Sendo assim, conclui-se que o inventário de estoque pode contribuir de forma direta no fluxo de trabalho. Então, entenda como o inventário de estoque pode prevenir perdas e impactar de forma positiva no resultado do seu e-commerce. 

Conceito de inventário de estoque

A priori, é interessante trazer um conceito sobre o inventário de estoque. Dessa maneira, entende-se por estoque o armazenamento dos produtos que a empresa oferece aos clientes.

Quando os produtos se encontram em situação de excesso, a empresa pode sofrer com mais custos e sem previsão de retorno. O contrário também ocorre, ou seja, ter poucos itens de um produto em específico. Essa falta pode indicar a perda de um possível lucro.

Portanto, é preciso ter sempre o controle de estoque, sabendo o que está em falta ou excesso. Se possível, toda empresa deve ter uma remessa além da quantidade necessária de produtos, como uma forma de se assegurar. Nada impede que aconteça um aumento de vendas, mas você deve estar preparado para isso.

Desse modo, o inventário de estoque pode ser definido como uma listagem dos produtos que estão disponíveis e armazenados na empresa. Logo, você deve estabelecer qual equipe irá se responsabilizar pela confecção do documento. 

Com esse documento em mãos, a equipe irá classificar, identificar e determinar o valor dos produtos estocados. É inegável que o inventário de estoque facilita o monitoramento dos produtos armazenados. Isso também otimiza o controle dos produtos.

A importância de fazer o inventário de estoque

Como vimos acima, o inventário de estoque é muito importante para a logística de uma empresa. Apenas com o controle dos seus materiais é possível ter uma execução ágil e econômica no dia a dia.

Desse modo, vemos que a importância desse inventário é melhorar e auxiliar o fluxo diário de trabalho. Além disso, esse documento favorece os processos do ponto de vista da logística.

Se a sua empresa não monitora de forma correta os itens que estão disponíveis, é provável que esse negócio enfrente alguns problemas no futuro, como a falência. Por isso, faça o inventário de estoque, e usufrua de diversos benefícios para a gestão do e-commerce, como:

  • Redução do desperdício;
  • Ter uma melhor gestão do estoque;
  • Melhora o atendimento ao cliente;
  • Ter uma organização do estoque;
  • Diminuir perdas de produtos;
  • Reduzir custos operacionais; e
  • Auxílio no atendimento com base nos requisitos trazidos pelas leis.

Com um estoque inventariado de forma regular, a sua empresa pode atender da melhor forma as demandas do público. Isso evita atraso, deficiência no estoque e a insatisfação dos clientes.

Principais elementos de um inventário de estoque

Após entender o que é o inventário de estoque, conheça os principais elementos que devem estar presentes nesse documento. Essa é uma forma de fiscalizar melhor o trabalho da sua equipe. 

Como vimos, somente com o inventário de estoque é possível agir de forma segura dentro de uma empresa, no que se refere ao monitoramento de produtos. Porém, esse documento exige alguns cuidados especiais.

Categorização de produtos

O primeiro elemento de um inventário de estoque é a categorização de produtos. É nesse momento que as equipes devem definir e classificar os seus produtos disponíveis em estoque.

Uma dica interessante é que a equipe responsável use grupos de classificação para tornar esse estoque mais eficaz no dia a dia. Ademais, os itens podem ser separados de acordo com a sua finalidade ou principais características. Com essa categorização, é possível contabilizar valores e encontrar as informações com mais facilidade. 

Qual a rotatividade do seu estoque?

No seu estoque, com certeza existem produtos que saem com mais facilidade e outros nem tanto. Por isso, a equipe de estoque deve analisar a rotatividade dos produtos e colocar os dados do giro de estoque.

Com esse processo, será possível identificar da melhor forma o período médio que um produto é retirado e reposto. Com o tempo, pode ser que a sua equipe estipule um certo prazo de reposição do estoque. Isso auxiliará a todos os setores na hora de trabalhar.

Defina um período médio para fazer o inventário de estoque

Com a rotatividade dos produtos já definida, agora é necessário estabelecer uma frequência para elaborar o inventário de estoque. Em outras palavras, a sua equipe irá definir o período necessário para fazer esse documento.

Com essa prática recorrente, as informações serão cada vez mais precisas. Isso otimiza a segurança do seu estoque e evita declarações equivocadas. Existem três formatos mais comuns quando falamos dessa periodicidade.

Formatos de inventários de estoque mais comuns

Temos o inventário rotativo, que se baseia nas demandas, podendo ser feito todos os dias, a cada semana ou a cada 15 dias. Logo, esse inventário se adapta à realidade da empresa.

Tem também o inventário periódico, que é feito após o período determinado pelo gestor do negócio. Nesse caso, o intuito é atualizar os dados no sistema do estoque.

Por fim, trouxemos o inventário permanente, que ocorre de maneira automatizada. Logo, a cada movimentação feita no estoque, o sistema atualiza o status do produto. Nesse caso, não há um tempo definido.

Confira os dados com os sistemas da empresa

Por fim, se a sua empresa conta com sistemas de controle do estoque, cruze essas informações com o inventário. Com essa prática, você pode identificar se existe alguma falha no sistema, fazendo com que a equipe trabalhe de forma segura.

Agora que você sabe como fazer um inventário de estoque, bem como sobre a sua importância, coloque em prática na sua empresa. 

Junte-se à nossa Newsletter

Confira as últimas do nosso Blog!